Feiras Agropecuárias, vitrines do agronegócio brasileiro

03/06/2013

Presentes no calendário anual de vários estados as feiras agropecuárias são consideradas importantes por reunir num mesmo local e num curto período de tempo praticamente toda a cadeia que forma o mercado do setor do agronegócio: fornecedores, produtores rurais e compradores.

Essas feiras estão se tornando a vitrine do agronegócio, onde algumas possuem um caráter que visa à venda e implantação de novas tecnologias e produtos, e outras têm como objetivo central a exposição e venda de animais.

Nesses eventos há grande investimento na área genética, diversidade de leilões, presença de instituições financeiras oferecendo diversas linhas de crédito, exposições de máquinas agrícolas, automóveis, empresas de melhoramento animal, vegetal, insumos e outros, além de atrair o público visitante com shows, alimentação e lazer.

A participação em uma feira deve ser devidamente coordenada pela empresa participante e pode ser uma parte importante do plano promocional para o mercado empresarial bem como para o marketing da empresa.

No agronegócio, a importância desses eventos se dá pela oportunidade de por em evidência a produção rural de cada estado e em aproximar os produtores rurais e potenciais compradores das empresas fornecedoras de insumos, defensivos e maquinários, dinamizando as transações comerciais durante e após os eventos.

Uma pesquisa realizada pelo Sebrae mostrou que o agronegócio representa mais da metade dos eventos realizados em todo o Brasil, com 70% dos expositores entrevistados se dizendo satisfeitos com o retorno obtido pela participação nas feiras; estes concordaram que a participação em eventos deste gênero mantém a competividade da empresa no mercado.

As novidades tecnológicas e comerciais apresentadas nesses eventos instigam o consumidor e movimentam o mercado. Essas reações podem ser influenciadas por ações estratégicas das organizações participantes. Os efeitos na produção rural posteriormente à realização das feiras são consequências das exposições de novas tecnologias de produção, bem como vendas de insumos e implementos.

Dessa forma, os resultados das feiras agropecuárias não atingem apenas o setor agropecuário, pois movimentam a produção agrícola e o comércio local, que lucra com toda a logística montada para atender os expositores e visitantes das feiras, gerando assim inúmeros empregos, diretos e indiretos.

Referidos eventos agropecuários são cada vez maiores e mais sofisticados, se multiplicam pelo Brasil tornando-se um dos mais prósperos ramos do agrobusiness.[1]

O mercado de feiras e eventos está em crescimento acelerado. Em se tratando exclusivamente de feiras, nos últimos 12 anos o mercado teve crescimento de mais de 300%, consolidando-se como os principais encontros de negócios para milhares de grandes, pequenas e microempresas dos mais diferentes segmentos econômicos.

Com o crescimento contínuo das oportunidades do agronegócio estão vinculados a ele os riscos, ou seja, possíveis brechas que podem vir a causar transtornos e prejuízos aos grandes negócios firmados. Para se proteger disso, é necessário que a empresa tenha uma assessoria jurídica, atuando de forma preventiva e alertando sobre as cautelas necessárias.

A assessoria jurídica eficaz, de forma exemplificada, agirá na elaboração, revisão e possível negociação dos contratos, sejam estes de compra e venda, arrendamento, locação, subarrendamento, beneficiamentos, comodato, mútuo, prestação de serviços, de forma geral, ou também os mais específicos como os que envolvam a compra e venda de empresas e imóveis. Neste último caso, a atuação jurídica inclui também a indicação da estrutura societária mais adequada e a avaliação da documentação da empresa negociada.

Nota-se, portanto, que os efeitos de uma feira do setor de agronegócio têm impactos posteriores a sua realização, consequência dos novos negócios firmados e relações criadas, em busca do desenvolvimento rural sustentável e seguro.

Regiane Huss e Fernanda Camila da Silva

[1] Soma de todas as operações envolvidas no processamento e na distribuição dos insumos agropecuários [...] David e Goldenberg apud Graziano (1998,p50).


COMPARTILHE


  • Campinas

    Rua dos Alecrins , 914. Conj. 205/206,
    Cambuí - 13024-411 Campinas - SP - Brasil
    Tel. +55 19 2513 0416MAIS INFORMAÇÕES
  • Londrina

    Rua: João Gilberto Santos nº 320
    86047-150 - Londrina - PR - Brasil
    Tel. +55 43 3377 6500
    Fax. +55 43 3377 6594MAIS INFORMAÇÕES

Grassano & Associados Advocacia Empresarial - Copyright © 1994-2017 - Todos os direitos reservados.